Naughty Dog revela diversos detalhes sobre The Last of Us Part II; Joel está vivo!

A cena do beijo foi bem difícil de ser feita

E3 Coliseum 2018
0 27

Neil Druckmann o diretor de The Last of Us Part II e sua equipe da Naughty Dog, falaram durante a transmissão E3 Coliseum sobre o título e revelaram diversos detalhes sobre o desenvolvimento do game.

  • A principal filosofia por trás do gameplay é “tensão”. A equipe trabalhou duro em deixar Ellie mais conectada com o ambiente, sendo capaz de se esgueirar em baixo e através de objetos, assim como interagir de uma maneira que fosse realista e humana.
  • Eles também tentaram fazer os inimigos serem pessoas reais, e não aleatórios. Por exemplo, todos eles chamarão um ao outro pelos nomes;
  • Ellie era jogável em Left Behind, mas os desenvolvedores expandiram esse conceito bastante. Ainda é centralizado em Ellie, mas tudo, inclusive o combate, stealth, criação de itens e outros elementos foram melhorados. Será uma experiência nova;
  • Os jogadores podem desviar e é parte do sistema de golpes físicos. Combate, no geral, oferece mais opções. O objetivo é criar oportunidades que o jogador se sinta criativo;
  • Em relação ao stealth, você nunca está completamente escondido. Isso depende do quão alta é a grama e outros elementos do ambiente. É possível pular e isso aumenta o gameplay verticalmente falando;
  • Criar itens envolve escolhas e isso foi expandido onde fazia sentido. Há diferentes tipos de flechas e mais do que podiam ser criadas;
  • Os inimigos usarão o mesmo sistema de animação que Ellie. Você não verá transição entre animações, elas parecem mais naturais e ameaçadoras;
  • É um jogo “verdadeiramente grande”. Ainda tem uma história linear, mas o jogador tem várias opções para se movimentar ao redor (o ambiente será vasto). Os desenvolvedores aprimoraram o conceito que existente em Uncharted 4;
  • O ambiente parece que há combate em todo canto, o que significa que há ameaça em todo lugar. Não existe lugar seguro;
  • A I.A. se comunica bastante. Quando os inimigos encontram um corpo destroçado, e mais e mais deles sabem disso, reforços aparecem. Funciona de forma realista e I.A. também procurará de forma realista o jogador;
  • Os infectados retornarão e o gameplay que os envolve será expandido. Há novas classes que funcionam com a narrariva. São uma ameaça para Ellie e para os inimigos humanos dela;
  • A demo que vimos ainda é em Jackson County. Ellie é parte da comunidade e parte da patrulha para manter a cidade segura. As coisas começam normal, mas “merdas acontecem”. Até os antagonistas são humanizados e complexos, não são apenas caras maus;
  • O “velho” mencionado no início do trailer é Joel. Ele está “por aí”;
    Jesse é o líder da patrulha e Joel tem enchido o saco dele para manter Ellie segura.
  • Dina começou um relacionamento com Ellie;
  • A cena do beijo na demo causou problemas porque a captura de movimentos não deixa que os atores se aproximem. As cenas iniciais foram feitas sem as câmeras para ganhar material de referência para os animadores. Então eles colocaram a câmera com as atrizes fingindo que estão se beijando (beijando o ar no caso). Eles tentaram fazer as bochechas se tocarem para que parecesse mais íntimo;
  • A cena foi muito difícil de ser criada no jogo mesmo de um ponto tecnológico, especialmente devido ao cabelo;
  • A data de lançamento de The Last of Us Part II só será revelada quando o game estiver perto de ser lançado. No momento, não estamos perto disso.

Trailer E3 2018

Fonte PS3 Brasil
você pode gostar também